safe_image1

by

Desconfinei-me

Ganhei coragem para ir rapar o cabelo com um super-desconto ao fim do dia.

Aproveitei a onda e, na curta viagem de um dia de semana à noite, passei por Cacilhas, onde a situação parece quase normal.

Restaurantes de carne, peixe e produtos de origem animal não me interessam. Não, não, deixem lá isso.

Ao fim da subida, de frente para a farmácia, a estação de serviço e os bombeiros, perto do Centro de Cultura Libertária, situa-se a PZA Pizzeria Romana Alla Pala.

Roubo a carta.

Há uma pizza vegana Large de 12 euros com cogumelos e uma infinidade de componentes oriundos do reino vegetal. Há vinho e imperial.

Há uma moça brasileira andando pela esplanada de máscara.

Nas mesas ao ar livre estou desmascarado mas ela aproxima-se, com os olhos a cintilar por cima da protecção de tecido.

Explica-me todos os detalhes e aceita o pedido estritamente vegetariano.

Talvez tenha sido morto pelo vírus da felicidade e já esteja a ser recebido por São Pedro. Ouvem-se acordes suaves e melódicos algures no horizonte.

A pizza vem em tábua de madeira e alimentaria bem uma família faminta de 4 ou 5 pessoas.

Devoro até à última migalha. A tábua escapa.

No fim oferecem o italiano licor Limoncello, mas da marca portuguesa Limontejo.

Os dez minutos a andar até casa não digerem nem meia fatia…

Write a Comment

Comment