thumbnail_IMG_20170126_172315

by

Um momento insólito

Sentado em frente do computador, terminava um texto que queria finalizar naquela manhã, enquanto tentava enviar mais dois currículos antes da hora de almoço. Eram umas 12H57.

Toca a campainha, que já tinha retinido repetidamente na última meia hora, embora a tivesse ignorado. Do apartamento para a escada, em fúria, encontro um rapazinho novo, caracóis extremamente farfalhudos e lábios particularmente grossos. Identifica-se com as credenciais da EDP.

Não percebo nada do que diz mas convido-o a entrar. A Amélia, aliás, a Gááta!!, é apanhada de surpresa e corre ao ritmo de Ayrton Senna, para se refugiar no alto do armário da cozinha.

O rapazinho de fala espessa e incompreensível aceita o convite, vai entrando e vislumbrando aqui e ali a Gááta”, o Jeremias e a Matilde. “Ah, tem muitos gatos, é?”. “Tenho quatro. Um, não sei onde está”.

Passara um dia (ou dois) sobre o regresso a casa da Matilde, depois da operação. A minha princesa cinzenta de vestido cor-de-rosa salta lesta e sociavelmente para cima da secretária enquanto mostro as facturas da luz ao moço e tento em vão entendê-lo.

thumbnail_IMG_20170126_172300

Dirijo-me à minha querida convalescente: “Muito bem, muito bem”. O rapazinho simpático e enigmático comenta: “Pois, é um salto grande”. Não lhe ocupo tempo precioso a explicar que a pequenota ainda estava debilitada, e que, por isso, sim, era um grande salto.

Parece que devia ter direito a um desconto qualquer, que não me estão a fazer, na electricidade, mas fico sem a menor ideia de que redução de preço é essa.

Peço desculpa ao jovem por não ter sido mais amável no início, depois de vários toques de campainha misteriosos e inconsequentes, quando ele tentava que alguém o atendesse.

Ao longo de toda a enriquecedora visita, o Jeremias não se move de cima da box da NOS, onde quase dorme e absorve o calor. Quanto ao quarto gato, desaparecido durante estes 15 minutos, o Chiquinho, descubro mais tarde que nunca chegara a sair de cima da cadeira, debaixo da mesa, onde ouvia e observava tudo em modo misto de espionagem, lazer e descanso.

Write a Comment

Comment