C03kjLiWQAA1Tl2

by

Um gato de rua chamado Bob

Era um homem perdido na vida, a tentar enterrar definitivamente no passado as drogas e a rua, numa existência triste e sem propósito. Um belo dia, aparece-lhe à porta um gato laranja, simpático e charmoso mas em fracas condições físicas.

C1f3lSAXAAEpaZb

O jovem acolhe-o, trata-o, consegue pô-lo completamente saudável, apesar de mal ter dinheiro para comer. A partir daqui começa a entrar num dilema. Percebe que o animal gosta dele, mas… Ele, um ex-toxicodependente em recuperação, a viver num apartamento fornecido pela segurança social, não considera ter condições para dar uma vida decente a este felino, que busca abrigo, amor e companhia.

C1F1788W8AAKjqU

J B acredita que é melhor para o patudo, depois de devidamente recuperado, regressar ao que lhe parece ser o seu elemento natural, a rua. Nos dias seguintes, sempre que sai de casa para ir tentar ganhar umas moedas junto às estações de metro com a sua guitarra, deixa-o fora, para que esse processo possa acontecer.

C2YCk00WQAA-iSA

O pequeno mostra-se triste e revoltado, e volta sempre para ele e para o seu apartamento. Um dia, quando J se dirige para o seu local de trabalho de artista de rua, dá com o amiguinho ao lado, a preparar-se, como ele, para atravessar uma das artérias mais perigosas da cidade, com o objectivo de ir com ele e acompanhá-lo.

C2Zusr_XAAAMtg7

É a partir deste episódio que J começa, muito lentamente, a perceber. O gatinho sábio e carinhoso escolheu-o, quer ser dele. Nos tempos que se seguem, sucedem muitas aventuras aos dois artistas de rua, homem e gato, e nalgumas delas o doce companheiro chega a estar em risco de vida.

C1GISx7XcAQ6Q9L

A verdade é que, ao longo dos meses, é ele que salva o dono. J passa a ser responsável pela vida, felicidade e bem estar de alguém que o ama, venera, acompanha e guia pela existência. Será obrigado a encontrar um modo de vida mais estável e menos à margem da sociedade.

C0t6JEHXEAA5gGU

Terá que assegurar um rendimento que lhe dê estabilidade e lhe permita estar em boas condições de saúde, capaz de fornecer um quotidiano viável e decente ao seu amigo peludo. E deixar de vez a metadona, entrar a sério no mundo dos que já não precisam de drogas ou substitutos para nada. Tudo isso, e muito mais, ele faz, graças ao seu companheiro.

C1o5iWrWgAEgXj4

A street cat named Bob, Um gato de rua chamado Bob, é uma história verídica e maravilhosa. Quem for a Londres pode ter a possibilidade de encontrar James Bowen e o seu gato, Bob. J B deixou de tocar na rua e passou a vender na cidade a Big Issue, a revista dos cidadãos sem abrigo, na qual se inspirou meritoriamente a revista portuguesa Cais .

C1mGPqKXAAAEhVo

Um livro (que até agora já vai numa colecção de cinco, com as restantes aventuras deste par inspirador) e um filme (com o mesmo nome do livro) a não perder!

Write a Comment

Comment