thumbnail_IMG_20161207_134016

by

“Esses pratos são vegan?” “O que é vegan?!”

À entrada da zona de restauração do Atrium Saldanha, a palavra mágica: “Vietnamita”. “Tem pratos vegetarianos?”. “Sim, temos quatro”.

E esses pratos vegetarianos são vegan?”. “O que é vegan?!”. “Alimentos que não tenham absolutamente nenhuma substância de origem animal. Carne, peixe, leite, queijo, manteiga, iogurte, ovos, mel…”. “Esses quatro pratos não têm”. “Então quero o Pho Chay. Os crepes também são vegetarianos?”. “Sim, mas olhe que não vale a pena! O Chay tem muita comida!”.

thumbnail_IMG_20161207_123129

Está bem, então é o menu Pho Chay”. “São 6,95 euros, com bebida”. “OK”. O Pho Chay é um caldo de vegetais com legumes e tofu marinado, cogumelos, brócolos, cenouras, fitas de arroz e rebentos de soja, mas isso é dizer muito pouco sobre a sua qualidade e quantidade.

thumbnail_IMG_20161207_134026

Para já, a rapariga, que não era vietnamita nem asiática, mas de ar africano, cultura bem portuguesa e trato gentil, não se enganou nada quando ao facto de ser “MUITO”.

A parte final do cozinhado é ultimada pelo cliente, já sentado numa mesa com ele à frente. Misturam-se os rebentos de soja, a hortelã, o limão e o molho especial no “caldo” (uma espécie de sopa da pedra vegan deliciosa, nutritiva e saudável, com carradas de pedaços grandes, saborosos e substanciais de ingredientes a boiar lá dentro).

Ganho coragem e progressivamente vou colocando na mistura, devagarinho e gradualmente, as três malaguetas desfeitas . Vou saboreando a belíssima refeição e tudo corre bem, quase até ao fim… O poder das malaguetas foi-se acumulando e crescendo em progressão geométrica.

Termino rodeado de papéis, guardanapos e lenços encharcados, a transpirar em bica como numa tarde de praia em meados de Agosto no Algarve… Ou no deserto de Marrocos.

A rapariga aprende depressa e percebeu rapidamente que nenhuma das suas sobremesas é vegan. Acabo por comprar ali perto, por 80 cêntimos, uns cajus com tâmara… E gengibre. Parecia que já estava a ressuscitar depois das malaguetas mas o gengibre dos cajus acabou com o resto. Esta refeição quase me matou. Mas morria feliz.

Write a Comment

Comment

  1. Ahahahhah!!!! Talvez seja melhor comeres só alfaces e maçãs verdes, vá… Ai, vocês e as couves. Oh rapaz, então os vegetais também são seres vivos. Imagino os guinchos de uma cenoura ao ser arrancada da terra… Deve ser, pouco mais ou menos, quando tenho que cair da cama, desperta pelo maldito alarme!