1459159343661

by

Os finais felizes existem!

Os nossos destinos estavam ligados, disso não havia a mais pequena dúvida. Mas, é claro, eu não sabia ao certo que íamos conseguir criar uma sorte diferente para ele. A nossa sina ditou que eu conhecesse na Comunidade Vida e Paz uma mulher elegante, culta, inteligente e humilde, voluntária da Rafeiros SOS. Pouco tempo depois de começarmos a fazer voluntariado juntos para ajudar as pessoas da rua e os seus animais, a diligente e eficiente funcionária pública conseguiu encontrar um rumo para a vida deste gatito.

 

O felino meigo, doce, sociável e brincalhão foi abrigado, alimentado, protegido e mimado durante vários meses, na empresa onde eu trabalhava, depois de lá ser abandonado por desconhecidos. Os homens do armazém e da manutenção, tudo gente de barba rija e muito bom coração, adoram animais. Acolheram-no e defenderam-no, satisfizeram-lhe as necessidades quotidianas, davam-lhe mesmo banhos com shampô anti-pulgas.  Hoje, a vida dele mudou. Conseguiu vaga na Rafeiros SOS, e as senhoras da associação são as suas novas protectoras.

 

Há poucas horas, cheguei à empresa com a transportadora. Viu a caixa, andou a cheirá-la, a espreitá-la, a brincar com ela. Arranjou maneira de abrir a porta e colocar-se lá dentro.

 

Fui ter com a dedicada voluntária que se interessara pelo futuro do pequeno, que, por ter um ano e picos, ainda não conseguira arranjar novos e bons donos permanentes. Do local de trabalho dela fomos para a associação, onde tive oportunidade de ver como ele, e todos os seus novos companheiros, são bem tratados, acarinhados e alvo de todas as atenções possíveis e imagináveis.

 

Pediram-me que desse um nome ao nosso menino… Não aceitaram as minhas duas primeiras sugestões. À terceira foi de vez: Só vos digo que, Finalmente, já existe um Gato Dostoievski! Vai ser analisado, vacinado, tratado às doenças que possa ter, e, depois da vaga de adopções de felinos bebés do Verão, procurar-se-á uma família responsável e carinhosa para ele. O Destino de Dostoievski está agora em boas mãos.

Write a Comment

Comment